Google+ Badge

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Generais pré-candidatos se reúnem (Bancada Militar) e assustam a classe ...

DIREITO DE
MILITARES EM PARTICIPAR DA VIDA POLÍTICA BRASILEIRA.

Os militares brasileiros querem participar dos
pleitos eletivos, ou seja, como cidadãos brasileiros, participar de como
candidatos nas eleições.

Assim, através do voto eletivo, das eleições - uso
de procedimentos visando garantir a DEMOCRACIA no Brasil, como forma de
representação popular junto aos agentes públicos eletivos.

A forma como está montado o sistema eleitoral, com
bilionários recursos para campanhas políticas, são retirados dos fundos e do
erário público nacional e a gastança, a venda de tempo de TV, Rádios,
composições e coligações que visam apenas negociatas, e garantir os mesmos
ratos, corruptos, criminosos políticos e suas organizações políticas
criminosas.

Diante disso, o levante militar caminha dentro da
lei, respeitando os pleitos e processos eleitorais como uma maneira honesta e
que possibilita a remoção dos políticos picaretas, vigaristas, ladrões que
estão de posse dos poderes dos três poderes da república.

A sociedade brasileira está amadurecendo, e
entendendo melhor as safadezas dos últimos 40 anos, iniciando com a conhecida
"Nova República".

Com isso, uma maneira legítima de retirar os
bandidos de Brasília - DF, nos estados e municípios brasileiros, é não reeleger
ninguém, em primeiro momento.

Escolher
novos partidos e candidatos merecem atenção por parte dos eleitores.

COLIGAÇÕES
CRIMINOSAS, DESONESTAS E VIGARISTAS.

Um partido que nasceu da insatisfação popular com
os políticos do Congresso Nacional Brasileiro, contra os Poderes Executivos
Federal, Estadual e Municipal, conhecido pela sigla NOVO, mostrou recentemente
que não é nada NOVO, ou seja, que suas ideias e programas e propostas nunca
serão aplicadas, e ou, já poderemos considerar um partido oportunista, e que já
pratica o ESTELIONATO ELEITORAL.

O NOVO se
coligou a partidos como o PSOL, PCdoB e demais.

O partido NOVO demonstra uma contradição que leva
ao DESCRÉDITO dessa nova legenda, seus candidatos. Perdeu a oportunidade de ser
realmente uma nova opção, uma nova possibilidade de renovação. Porém, se unir a
partidos como o PSOL é um absurdo e desrespeito para quem acreditava nas
propostas e INDEPENDÊNCIA proposta pela legenda.

DIFICULDADES
DE RENOVAÇÃO NO PAÍS - STE - PARA QUE SERVE?

Outra notícia publicada pelo STE - Superior
Tribunal Eleitoral são os bilhões destinados ao financiamento de campanhas
políticas para mais de 34 partidos.

Todos têm recursos públicos, perguntamos como um
tribunal que deve equilibrar os direitos dos cidadãos brasileiros a concorrer
em IGUAIS CONDIÇÕES com os demais, permitindo o MONOPÓLIO DE RECURSOS para
partidos que se perpetuam no poder, não dando nenhuma chance para aqueles que
queiram participar das decisões políticas no Brasil.

Os candidatos militares, em sua grande maioria
estão já na RESERVA. Ou seja, estão "aposentados" e terão as mesmas
dificuldades de vencer as eleições conforme as regras existentes, aceitas e sem
a função legal do STE em coibir procedimentos criminosos, manipulações,
formação de quadrilhas vendendo coligações, tempos de TV e mídia, etc.

Afinal, quem irá ser capaz de LIMPAR os ranços do
TSE - com afastamento de juízes, de apadrinhados políticos, de cargos em
comissão, que prevaricam, permitem o atropelo das leis e da CONSTITUIÇÃO
FEDERAL no Brasil?

A renovação da classe política passa por uma
mudança na organização de todo sistema, na limpeza dos podres do STE ( julgam
contas legais - prestação de contas que aparecem na LAVA JATO como lícitas,
porém, com apuração PF e MPF, tratam de lavagem de dinheiro, corrupção, desvio
de dinheiro de campanhas e ou empregados em produtos, imóveis, viagens que nada
tem haver com despesas referentes aos custos da campanha eleitora.


ATÉ QUANDO
iremos suportar e concordar com essa INCOMPETÊNCIA gerencial, de atuação e do
funcionamento do STE - SUPERIOR TRIBUNAL ELEITORAL?


Até quando iremos aguentar os desmandos do STF, STJ em
decisões junto ao TSE, bem como misturar decisões e criar confusão JURÍDICA,
propósito original, e objetivo desses togados que merecem a DEMISSÃO SUMÁRIA a
bem e a ordem do serviço público brasileiro.

COMPARTILHEM se concordam com o assunto
disponibilizado.
COMPARTILHEM para seus amigos e amigas nas redes
sociais, grupos de discussão,  blogs,
sites na internet.
COMPARTILHEM!

Obrigado!
Engº José
Antonio S. Gonçalves.'.
Ribeirão Preto, SP - BRASIL.
Editado e publicado em 22 de Junho de 2018;

FONTE:

VÍDEO: https://youtu.be/opJNFngete4

Generais pré-candidatos se reúnem (Bancada Militar) e assustam a classe ...

DIREITO DE
MILITARES EM PARTICIPAR DA VIDA POLÍTICA BRASILEIRA.

Os militares brasileiros querem participar dos
pleitos eletivos, ou seja, como cidadãos brasileiros, participar de como
candidatos nas eleições.

Assim, através do voto eletivo, das eleições - uso
de procedimentos visando garantir a DEMOCRACIA no Brasil, como forma de
representação popular junto aos agentes públicos eletivos.

A forma como está montado o sistema eleitoral, com
bilionários recursos para campanhas políticas, são retirados dos fundos e do
erário público nacional e a gastança, a venda de tempo de TV, Rádios,
composições e coligações que visam apenas negociatas, e garantir os mesmos
ratos, corruptos, criminosos políticos e suas organizações políticas
criminosas.

Diante disso, o levante militar caminha dentro da
lei, respeitando os pleitos e processos eleitorais como uma maneira honesta e
que possibilita a remoção dos políticos picaretas, vigaristas, ladrões que
estão de posse dos poderes dos três poderes da república.

A sociedade brasileira está amadurecendo, e
entendendo melhor as safadezas dos últimos 40 anos, iniciando com a conhecida
"Nova República".

Com isso, uma maneira legítima de retirar os
bandidos de Brasília - DF, nos estados e municípios brasileiros, é não reeleger
ninguém, em primeiro momento.

Escolher
novos partidos e candidatos merecem atenção por parte dos eleitores.

COLIGAÇÕES
CRIMINOSAS, DESONESTAS E VIGARISTAS.

Um partido que nasceu da insatisfação popular com
os políticos do Congresso Nacional Brasileiro, contra os Poderes Executivos
Federal, Estadual e Municipal, conhecido pela sigla NOVO, mostrou recentemente
que não é nada NOVO, ou seja, que suas ideias e programas e propostas nunca
serão aplicadas, e ou, já poderemos considerar um partido oportunista, e que já
pratica o ESTELIONATO ELEITORAL.

O NOVO se
coligou a partidos como o PSOL, PCdoB e demais.

O partido NOVO demonstra uma contradição que leva
ao DESCRÉDITO dessa nova legenda, seus candidatos. Perdeu a oportunidade de ser
realmente uma nova opção, uma nova possibilidade de renovação. Porém, se unir a
partidos como o PSOL é um absurdo e desrespeito para quem acreditava nas
propostas e INDEPENDÊNCIA proposta pela legenda.

DIFICULDADES
DE RENOVAÇÃO NO PAÍS - STE - PARA QUE SERVE?

Outra notícia publicada pelo STE - Superior
Tribunal Eleitoral são os bilhões destinados ao financiamento de campanhas
políticas para mais de 34 partidos.

Todos têm recursos públicos, perguntamos como um
tribunal que deve equilibrar os direitos dos cidadãos brasileiros a concorrer
em IGUAIS CONDIÇÕES com os demais, permitindo o MONOPÓLIO DE RECURSOS para
partidos que se perpetuam no poder, não dando nenhuma chance para aqueles que
queiram participar das decisões políticas no Brasil.

Os candidatos militares, em sua grande maioria
estão já na RESERVA. Ou seja, estão "aposentados" e terão as mesmas
dificuldades de vencer as eleições conforme as regras existentes, aceitas e sem
a função legal do STE em coibir procedimentos criminosos, manipulações,
formação de quadrilhas vendendo coligações, tempos de TV e mídia, etc.

Afinal, quem irá ser capaz de LIMPAR os ranços do
TSE - com afastamento de juízes, de apadrinhados políticos, de cargos em
comissão, que prevaricam, permitem o atropelo das leis e da CONSTITUIÇÃO
FEDERAL no Brasil?

A renovação da classe política passa por uma
mudança na organização de todo sistema, na limpeza dos podres do STE ( julgam
contas legais - prestação de contas que aparecem na LAVA JATO como lícitas,
porém, com apuração PF e MPF, tratam de lavagem de dinheiro, corrupção, desvio
de dinheiro de campanhas e ou empregados em produtos, imóveis, viagens que nada
tem haver com despesas referentes aos custos da campanha eleitora.

ATÉ QUANDO
iremos suportar e concordar com essa INCOMPETÊNCIA gerencial, de atuação e do
funcionamento do STE - SUPERIOR TRIBUNAL ELEITORAL?

Até quando iremos aguentar os desmandos do STF, STJ em
decisões junto ao TSE, bem como misturar decisões e criar confusão JURÍDICA,
propósito original, e objetivo desses togados que merecem a DEMISSÃO SUMÁRIA a
bem e a ordem do serviço público brasileiro.

COMPARTILHEM se concordam com o assunto
disponibilizado.
COMPARTILHEM para seus amigos e amigas nas redes
sociais, grupos de discussão,  blogs,
sites na internet.
COMPARTILHEM!

Obrigado!
Engº José
Antonio S. Gonçalves.'.
Ribeirão Preto, SP - BRASIL.
Editado e publicado em 22 de Junho de 2018;

FONTE:

VÍDEO: https://youtu.be/opJNFngete4

domingo, 10 de junho de 2018

A MÚSICA MAIS ATUAL NO BRASIL E DEVE SER TOCADA DIA E NOITE vídeo de Cã...

PEGA...PEGA...PEGA....PEGA LADRÃO! PEGA LADRÃO!



VOSSA EXCELÊNCIA, AGORA EXPLIQUE MAS NÃO COMPLIQUE.

EU NÃO VI ESSA LISTA, E QUEM DISSER QUE EU VI ESSA LISTA VAI SE VER COMIGO, DIZ A VOSSA EXCELÊNCIA.



PEGA LADRÃO - PEGA LADRÃO - PEGA PEGA PEGA PEGA LADRÃO. TIRA DO PODER PÕE NA PRISÃO.

TIRA ESSE MALANDRO DO PODER EXECUTIVO, JUDICIÁRIO, MUNICIPAL, GOVERNO FEDERAL, GOVERNO ESTADUAL, GOVERNO MUNICIPAL.



VOSSA EXCELÊNCIA, QUEM DISSER QUE EU VI ESSA LISTA VAI SE VER COMIGO.....DIZ A VOSSA EXCELÊNCIA.

A MISÉRIA SÓ EXISTE POR QUE TEM CORRUPÇÃO. A DILMA ENGOLIU A LISTA, VOSSA EXCELÊNCIA ENGOLIU NOS ANAIS.



OS LADRÕES, NO GOVERNO, NO SENADO, NO CONGRESSO...

CLIPE DA REDE GLOBAU-AU - ROUBAR AU

Apresentado pelo #cãonalha - Cãonalha​



Musica de Gabriel O Pensador - "PEGA LADRÃO" - Créditos do vídeo, edição, charges, imagens no final do vídeo.



A primeira publicação foi realizada em 30 de Dezembro de 2015. Estamos republicando o vídeo, pois em 2018 os ladrões continuam soltos, e se faz necessária a mobilização e conhecimento de milhões de eleitores que não façam besteiras de REELEGER LADRÕES DOS COFRES PÚBLICOS.



Link da publicação no Pocket: https://getpocket.com/a/read/1148256478

Editado e publicado em 10/06/2018 - Todos os Direitos Autorais Reservados.

Teste do Sofá ep.35 | Canal Hipócritas

domingo, 3 de junho de 2018

Como implantar o socialismo/comunismo em um país segundo as orientações de Lênin? Socialismo é a etapa de implantação do Comunismo, sem uso de armas, matança e genocídio.


Como implantar o socialismo/comunismo em um país segundo as orientações de Lênin? 

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" socialista/comunista ensinando as ações psicológicas táticas para a tomada do poder em qualquer país e depois mundial, como é o projeto marxista. 

Socialismo é a etapa de implantação do Comunismo, sem uso de armas, matança e genocídio. 

Comunismo é a segunda fase: é o uso do poder para escravizar a população do país, dominando-a com a estratégia do terror, prisões, tortura, fome, assassinatos, armas de matança e genocídio. 

Leia: Livro Negro do Comunismo, para conhecer o que de fato é o socialismo/comunismo. Lênin usou esse decálogo na Revolução Russa de 1917. 

Com essa tática diabólica, Lênin e seus seguidores aumentaram e criaram outros conflitos sociais em toda a Rússia em 1917, com isso conseguiram derrubar o governo de Czar Nicolau II , o último Czar, e instalar a ditadura do Partido Bolchevique. 

O Livro Negro do Comunismo relata com bastante informação e documentação a repressão política por dos parte regimes socialistas-comunistas-marxistas-leninistas. 

Descreve as execuções extrajudiciais, as deportações, as crises de fome e muitas, muitas outras atrocidades. 

Foi publicado em 1997, na França, sob o título Le livre noir du communisme: Crimes, terreur, répression. 

O professor de Ciência Política da Universidade do Havaí, Rudolph J. Rummel, pesquisou e elaborou um documentário sobre assassinatos mundiais em massa. 

Leia o resumo da pesquisa em http://www.hawaii.edu/powerkills

Ao invés de GENOCÍDIO, Rummel diz DEMOCÍDIO, o que chama de matança de populações civis por governos ditatoriais. Após citar o número de milhões de assassinatos no decorrer da história, Rummel chega ao século XX, onde descreve os números dos assassinatos dos governos revolucionários socialistas/comunistas. 

Segundo Rummel, é um fato histórico o assassinato de 262 milhões de pessoas entre os anos 1900 e 1999. Como pesquisador sério, Rummel diz que mesmo sendo o socialismo/comunismo responsável pela grande maioria de assassinatos destes 262 milhões de crimes, nem tudo foi obra socialista/comunista, porém nenhum outro governo ditatorial assassinou mais que os marxistas. 

Mesmo que se some os assassinatos de outras ditaduras, a soma nem chega perto dos assassinatos cometidos pelos governos socialistas/comunistas. 

No colonialismo, Inglaterra, Portugal e outros países colonialistas mataram 50 milhões de pessoas. Número bem inferior aos dos assassinatos dos governos socialistas/comunistas, veja: China, 76.702.000 mortos entre 1949 e 1987; URSS, 61.911.000 mortos entre 1917 e 1987; Alemanha nazista, 20.946.000 mortos entre 1933 e 1945; China nacionalista revolucionária (Kuomintang) 10.075.000 mortos entre 1928 e 1949 (Kuomintang era inimigo dos comunistas, porque queria reinar no mundo todo como o líder mundial dos socialistas/comunistas, coisa não aceita por outros socialistas/comunistas que desejavam também o poder. 

Os 70 milhões de vítimas do governo comunista chinês, Rummel soma os 3 milhões e meio de civis assassinados pelo Partido Comunista de Mao Dzedong. 

Somando outros números de assassinatos do governo socialista/comunista chinês, chegou ao número de mais de 80 milhões. 

Camboja, 2.035.000 mortos entre 1975 e 1979; Turquia, 1.883.000 mortos entre 1909 e 1918; Vietnam, 1.670.000 mortos entre 1945 e 1987; Polônia, 1.585.000 mortos entre 1945 e 1948; Paquistão, 1.503.000 mortos entre 1958 e 1987; Iugoslávia 1.072.000 mortos entre 1944 e 1987; Coréia do Norte, 1.663.000 mortos entre 1948 e 1987; México, 1.417.000 mortos entre 1900 e 1920.


FONTE:  https://www.youtube.com/watch?v=7DcQgHNAw2g#action=share
Publicado em 25 de set de 2015

Como implantar o socialismo/comunismo em um país segundo as orientações de Lênin? Socialismo é a etapa de implantação do Comunismo, sem uso de armas, matança e genocídio.


Como implantar o socialismo/comunismo em um país segundo as orientações de Lênin? 

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" socialista/comunista ensinando as ações psicológicas táticas para a tomada do poder em qualquer país e depois mundial, como é o projeto marxista. 

Socialismo é a etapa de implantação do Comunismo, sem uso de armas, matança e genocídio. 

Comunismo é a segunda fase: é o uso do poder para escravizar a população do país, dominando-a com a estratégia do terror, prisões, tortura, fome, assassinatos, armas de matança e genocídio. 

Leia: Livro Negro do Comunismo, para conhecer o que de fato é o socialismo/comunismo. Lênin usou esse decálogo na Revolução Russa de 1917. 

Com essa tática diabólica, Lênin e seus seguidores aumentaram e criaram outros conflitos sociais em toda a Rússia em 1917, com isso conseguiram derrubar o governo de Czar Nicolau II , o último Czar, e instalar a ditadura do Partido Bolchevique. 

O Livro Negro do Comunismo relata com bastante informação e documentação a repressão política por dos parte regimes socialistas-comunistas-marxistas-leninistas. 

Descreve as execuções extrajudiciais, as deportações, as crises de fome e muitas, muitas outras atrocidades. 

Foi publicado em 1997, na França, sob o título Le livre noir du communisme: Crimes, terreur, répression. 

O professor de Ciência Política da Universidade do Havaí, Rudolph J. Rummel, pesquisou e elaborou um documentário sobre assassinatos mundiais em massa. 

Leia o resumo da pesquisa em http://www.hawaii.edu/powerkills

Ao invés de GENOCÍDIO, Rummel diz DEMOCÍDIO, o que chama de matança de populações civis por governos ditatoriais. Após citar o número de milhões de assassinatos no decorrer da história, Rummel chega ao século XX, onde descreve os números dos assassinatos dos governos revolucionários socialistas/comunistas. 

Segundo Rummel, é um fato histórico o assassinato de 262 milhões de pessoas entre os anos 1900 e 1999. Como pesquisador sério, Rummel diz que mesmo sendo o socialismo/comunismo responsável pela grande maioria de assassinatos destes 262 milhões de crimes, nem tudo foi obra socialista/comunista, porém nenhum outro governo ditatorial assassinou mais que os marxistas. 

Mesmo que se some os assassinatos de outras ditaduras, a soma nem chega perto dos assassinatos cometidos pelos governos socialistas/comunistas. 

No colonialismo, Inglaterra, Portugal e outros países colonialistas mataram 50 milhões de pessoas. Número bem inferior aos dos assassinatos dos governos socialistas/comunistas, veja: China, 76.702.000 mortos entre 1949 e 1987; URSS, 61.911.000 mortos entre 1917 e 1987; Alemanha nazista, 20.946.000 mortos entre 1933 e 1945; China nacionalista revolucionária (Kuomintang) 10.075.000 mortos entre 1928 e 1949 (Kuomintang era inimigo dos comunistas, porque queria reinar no mundo todo como o líder mundial dos socialistas/comunistas, coisa não aceita por outros socialistas/comunistas que desejavam também o poder. 

Os 70 milhões de vítimas do governo comunista chinês, Rummel soma os 3 milhões e meio de civis assassinados pelo Partido Comunista de Mao Dzedong. 

Somando outros números de assassinatos do governo socialista/comunista chinês, chegou ao número de mais de 80 milhões. 

Camboja, 2.035.000 mortos entre 1975 e 1979; Turquia, 1.883.000 mortos entre 1909 e 1918; Vietnam, 1.670.000 mortos entre 1945 e 1987; Polônia, 1.585.000 mortos entre 1945 e 1948; Paquistão, 1.503.000 mortos entre 1958 e 1987; Iugoslávia 1.072.000 mortos entre 1944 e 1987; Coréia do Norte, 1.663.000 mortos entre 1948 e 1987; México, 1.417.000 mortos entre 1900 e 1920.


FONTE:  https://www.youtube.com/watch?v=7DcQgHNAw2g#action=share
Publicado em 25 de set de 2015

Decálogo do Socialismo Comunismo no Brasil


Como implantar o socialismo/comunismo em um país segundo as orientações de Lênin? 

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" socialista/comunista ensinando as ações psicológicas táticas para a tomada do poder em qualquer país e depois mundial, como é o projeto marxista. 

Socialismo é a etapa de implantação do Comunismo, sem uso de armas, matança e genocídio. 

Comunismo é a segunda fase: é o uso do poder para escravizar a população do país, dominando-a com a estratégia do terror, prisões, tortura, fome, assassinatos, armas de matança e genocídio. 

Leia: Livro Negro do Comunismo, para conhecer o que de fato é o socialismo/comunismo. Lênin usou esse decálogo na Revolução Russa de 1917. 

Com essa tática diabólica, Lênin e seus seguidores aumentaram e criaram outros conflitos sociais em toda a Rússia em 1917, com isso conseguiram derrubar o governo de Czar Nicolau II , o último Czar, e instalar a ditadura do Partido Bolchevique. 

O Livro Negro do Comunismo relata com bastante informação e documentação a repressão política por dos parte regimes socialistas-comunistas-marxistas-leninistas. 

Descreve as execuções extrajudiciais, as deportações, as crises de fome e muitas, muitas outras atrocidades. 

Foi publicado em 1997, na França, sob o título Le livre noir du communisme: Crimes, terreur, répression. 

O professor de Ciência Política da Universidade do Havaí, Rudolph J. Rummel, pesquisou e elaborou um documentário sobre assassinatos mundiais em massa. 

Leia o resumo da pesquisa em http://www.hawaii.edu/powerkills

Ao invés de GENOCÍDIO, Rummel diz DEMOCÍDIO, o que chama de matança de populações civis por governos ditatoriais. Após citar o número de milhões de assassinatos no decorrer da história, Rummel chega ao século XX, onde descreve os números dos assassinatos dos governos revolucionários socialistas/comunistas. 

Segundo Rummel, é um fato histórico o assassinato de 262 milhões de pessoas entre os anos 1900 e 1999. Como pesquisador sério, Rummel diz que mesmo sendo o socialismo/comunismo responsável pela grande maioria de assassinatos destes 262 milhões de crimes, nem tudo foi obra socialista/comunista, porém nenhum outro governo ditatorial assassinou mais que os marxistas. 

Mesmo que se some os assassinatos de outras ditaduras, a soma nem chega perto dos assassinatos cometidos pelos governos socialistas/comunistas. 

No colonialismo, Inglaterra, Portugal e outros países colonialistas mataram 50 milhões de pessoas. Número bem inferior aos dos assassinatos dos governos socialistas/comunistas, veja: China, 76.702.000 mortos entre 1949 e 1987; URSS, 61.911.000 mortos entre 1917 e 1987; Alemanha nazista, 20.946.000 mortos entre 1933 e 1945; China nacionalista revolucionária (Kuomintang) 10.075.000 mortos entre 1928 e 1949 (Kuomintang era inimigo dos comunistas, porque queria reinar no mundo todo como o líder mundial dos socialistas/comunistas, coisa não aceita por outros socialistas/comunistas que desejavam também o poder. 

Os 70 milhões de vítimas do governo comunista chinês, Rummel soma os 3 milhões e meio de civis assassinados pelo Partido Comunista de Mao Dzedong. 

Somando outros números de assassinatos do governo socialista/comunista chinês, chegou ao número de mais de 80 milhões. 

Camboja, 2.035.000 mortos entre 1975 e 1979; Turquia, 1.883.000 mortos entre 1909 e 1918; Vietnam, 1.670.000 mortos entre 1945 e 1987; Polônia, 1.585.000 mortos entre 1945 e 1948; Paquistão, 1.503.000 mortos entre 1958 e 1987; Iugoslávia 1.072.000 mortos entre 1944 e 1987; Coréia do Norte, 1.663.000 mortos entre 1948 e 1987; México, 1.417.000 mortos entre 1900 e 1920.


FONTE:  https://www.youtube.com/watch?v=7DcQgHNAw2g#action=share
Publicado em 25 de set de 2015