Google+ Badge

sábado, 17 de dezembro de 2016

Operação Retorno a Base HD

Os Cavaleiros do Ar - FILME DUBLADO




Um
avião de caça de última geração, o Mirage 2000, se afasta
misteriosamente durante uma exibição de aviões de ponta em uma feira
internacional de aviação. 
Os pilotos Walk'n e Fahrenheit que estão
treinando na região, são imediatamente designados a localizar o caça e
escoltá-lo de volta à base militar. Mas ambos são surpreendidos quando o
Mirage assume a posição de ataque e parte para cima de Fahrenheit. 
A
fantástica habilidade de Walk'n faz com que o misterioso Mirage seja
abatido antes que ele alvejasse seu companheiro. 
Este incidente é só o
início deste complexo jogo de intrigas e espionagem internacional, com
tomadas aéreas jamais vistas no cinema, e um fantástico embate entre
estas ferozes máquinas, capazes de quebrar a barreira do som, sobre o
Champs-Elysées em pleno Dia da Bastilha.

Dirigido por: Gérard Pirès

Elenco:
Alice Taglioni Capitaine Estelle 'Pitbull' Kass
Benoît Magimel Capitaine Antoine "Walk'n" Marchelli
Christophe Reymond Stan
Clovis Cornillac Capitaine Sébastien "Fahrenheit" Vallois
Eric Poulain Capitaine Klébér
Fiona Curzon Mrs Redgrave
Frédéric van den Driessche Général Hardouin
Géraldine Pailhas Maelle Coste
Jean-Baptiste Puech Ipod
Jean-Michel Tinivelli Colonel Farje
Jean-Yves Chilot Houdon
Peter (XII) Hudson Général Buchanan
Philippe Torreton Bertrand
Pierre Poirot De Séze
Rey Reyes Capitaine Leslie 'Stardust' Hedget

Estreia Mundial:
9 de Novembro de 2005

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Ministério de Minas e Energia inaugura painéis de captação e geração de ...

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: MICROINVERSOR SOLAR E SUAS VANTAGENS PARA SISTEMAS...

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: MICROINVERSOR SOLAR E SUAS VANTAGENS PARA SISTEMAS...: Microinversor oferece algo novo para os clientes do Brasil. A capacidade de ligação individualmente entre todos os módulos fotovoltaicos den...



Microinversor oferece algo novo para os clientes do Brasil.


A capacidade de ligação individualmente entre todos os módulos fotovoltaicos dentro de uma instalação específica é uma alternativa para os inversores string tradicionais.

Os micro inversores têm algumas vantagens sobre inversores string. Eles permitem-lhe controlar a saída de painéis individualmente e oferecem máxima de rastreamento Power Point (MPPT) para cada módulo único.

Eles também permitem que você controle painéis individuais em maneiras diferentes e reduzir as perdas de eficiência em uma variedade de condições desafiadoras.

- Aumenta a produção de energia;
- Minimiza o impacto do sombreamento, poeira e detritos;
- Nenhum cálculo de projeto ou string CC é necessário quando utilizando o MICROINVERSOR;
- Fácil instalação com o Cabo Núcleo - Mais de 1 milhão de horas de testes e milhões de unidades


vendidas;




MICROINVERSOR SOLAR E SUAS VANTAGENS PARA SISTEMAS FOTOVOLTAICOS CONECTA...

Microinversor oferece algo novo para os clientes do Brasil.


A capacidade de ligação individualmente entre todos os módulos fotovoltaicos dentro de uma instalação específica é uma alternativa para os inversores string tradicionais.

Os micro inversores têm algumas vantagens sobre inversores string. Eles permitem-lhe controlar a saída de painéis individualmente e oferecem máxima de rastreamento Power Point (MPPT) para cada módulo único.

Eles também permitem que você controle painéis individuais em maneiras diferentes e reduzir as perdas de eficiência em uma variedade de condições desafiadoras.

- Aumenta a produção de energia;
- Minimiza o impacto do sombreamento, poeira e detritos;
- Nenhum cálculo de projeto ou string CC é necessário quando utilizando o MICROINVERSOR;
- Fácil instalação com o Cabo Núcleo - Mais de 1 milhão de horas de testes e milhões de unidades


vendidas;


MME inova na Esplanada ao usar energia solar

ENERGIA SOLAR - A GRANDE CHANCE DO BRASIL SUPERAR SUAS DIFICULDADES EM ENERGIA ELÉTRICA - ENERGIA SOLAR.
" O prédio do Ministério de Minas e Energia (MME) é o primeiro órgão do governo federal na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, a contar com sistema de geração de energia solar fotovoltaica conectado à rede de distribuição.
Com o sistema, inaugurado nesta quinta-feira (17), o local deixará de emitir 6,4 toneladas de CO2 na atmosfera e economizará cerca de R$ 70 mil ao ano.
O ministro da pasta, Fernando Coelho Filho, destacou que, além da economia de energia, o sistema instalado simboliza o compromisso do governo brasileiro com a utilização de fontes de energia renováveis, além da fonte hídrica".
ENGEFROM ENGENHARIA - Divulgando novas tecnologias, superando dificuldades, criando soluções com inovações tecnológicas.
Ribeirão Preto, Estado de São Paulo -  BRASIL.
Editado e publicado em 23/11/2016

MME inova na Esplanada ao usar energia solar

sábado, 19 de novembro de 2016

ConstruBR 2016 - José Romeu Ferraz Neto - SindusCon-SP

CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DE SÃO PAULO - VENCENDO DESAFIOS, INOVANDO E PROCURANDO SAÍDAS PARA OS TERRÍVEIS DESAFIOS QUE VIVEMOS EM 2016.


O setor da indústria da Construção Civil no Brasil, vêm atravessando momentos nada fáceis em relação a situações provocadas por fatores externos ao setor, com grande impacto no setor, no volume de produção de unidades construídas e comercializadas.

Assim, discussões proporcionadas pelo SINDUSCON -SP, ajudam muito ao setor em encontrar novas possibilidades que venham de encontro com soluções e equacionamento dos atuais problemas que vive o setor. O evento ConstruBR 2016 é um deles que busca para o setor, caminhos novos para vencer os grandes desafios.

Complementando, a construção civil brasileira, um dos mais importantes setores produtivos e geradores de renda e trabalho no Brasil, tem capacidade ociosa na produção de unidades destinadas a habitação popular, ou ainda, habitação para brasileiros que estão inseridos na classe média. 

Estima-se uma demanda reprimida de unidades, em mais de 60.000 mil unidades para entrega imediata, e cerca de 60 milhões de unidades para serem edificadas e planejadas em horizonte de 10 anos.

COMO UM SETOR QUE TEM DEMANDA A CONSTRUIR, SOFRE DEMAIS COM AS CRISES NA GESTÃO PÚBLICA BRASILEIRA?

A verdade, que a industria da construção civil deveria trabalhar dia e noite, 7 dias por semana, ao longo de meses e anos, para colocar a produção de unidades comerciais, residenciais, industriais, infraestrutura disponíveis para o Brasil.

As políticas praticadas pelos últimos governos foram desastrosas para o setor, e acabaram punindo a população brasileira, ora na falta de ofertas e unidades acabadas, ora na falta de planejamento urbano, planejamento de transportes, e no uso e ocupação do solo. Os deslocamentos urbanos não foram pensados de forma ideal, ou seja, núcleos industriais e comerciais, com proximidades de núcleos residenciais, diminuindo o tempo de mobilidade urbana, e com isso, proporcionando mais tempo para os cidadãos aproveitarem com outras atividades urbanas, e até mesmo com o convívio familiar.

Construir é um ato de empreendedorismo, porém construir em qualquer lugar, é um ato irresponsável. Se não existir um planejamento do crescimento urbano, nada estará em sintonia com as atividades urbanas, gerando outros problemas crônicos em cidades de todos os portes. A construção civil é refém da baixa qualidade do planejamento urbano atual, da falta de compromisso dos gestores públicos em melhor planejar o ambiente urbano, em melhor planejar os meios de transporte público e acessibilidade, bem como na mobilidade urbana. 

Uma séria questão que prejudica em muito o setor da construção civil, são os mapas e leis municipais que regem o ordenamento do uso e ocupação do solo, tendo em vista que nesse tema, atuam outros interesses muitas vezes contrários ao bom planejamento técnico, em detrimento de especulação de áreas pelos agentes envolvidos, bem como, nas diretrizes elencadas para os vetores de crescimento urbano das cidades brasileiras.

Em 2016, ao analisar uma dezena de mapas temáticos de uso e ocupação do solo, observamos que em todas as cidades apresentaram vazios urbanos especulativos, ou seja, grandes áreas inseridas na malha urbana funcional das cidades, sem nenhuma contribuição e ocupação para seus moradores. Isso representa que nossa legislação ainda não tem maturidade suficiente para coibir especulação de áreas mais próximas dos centros urbanos, obrigando a construção civil buscar novos terrenos para edificação e obras, em locais cada vez mais distantes dos eixos centrais urbanos.

As consequências são inúmeras, e em grande parte prejudiciais a qualidade de vida das pessoas e bem como, no aumento do custo desses habitantes em viver em cidades, em áreas urbanas brasileiras. Questões que se apresentam desde 1950, e passados mais de 66 anos, as respostas e soluções ainda são insuficientes para que possamos resolver o grande passivo de falta de escolas, hospitais, unidades residenciais, comerciais, infraestrutura urbana conforme conhecemos em 2016.

Papel fundamental nessa discussão, o SindusCon-SP tem tido uma grande contribuição na oferta de capacitação técnica para os envolvidos diretamente com o setor da construção, bem como, no fomento de idéias e soluções para os mais variados problemas urbanos, e os entraves e armadilhas colocadas no dia a dia, para a sobrevivência desse importante setor produtivo brasileiro.

O vídeo foi produzido pelo próprio SindusCom-SP, falando sobre a importância do ConstruBR 2016. Assista, e conheça mais sobre os desafios da indústria da construção civil brasileira.


DIVULGAÇÃO: ENGEFROM ENGENHARIA

Escritório técnico de prestação de serviços em engenharia civil, engenharia urbana, geotecnologias, estudos técnicos de viabilidade para empreendimentos comerciais, industriais e residenciais. Dimensionamento de infraestrutura urbana, obras e edificações estruturais. 

Com mais de 35 anos de experiência no trato da engenharia, disponibilizamos soluções e buscamos inovações e uso de tecnologias que visam a sustentabilidade para toda sociedade.


Engº José Antonio S. Gonçalves .'.

Ribeirão Preto, Estado de São Paulo - Brasil.

Fale conosco, visite nosso site em entre em contato com ENGEFROM ENGENHARIA:

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

POVO BRASILEIRO, DONO E PROPRIETÁRIO DO CONGRESSO NACIONAL num Grupo de Cidadãos Brasileiros ACESSA os recintos da Câmara Federal, mostrando para a nação, o fim da paciência do POVO BRASILEIRO.

A imprensa brasileira em geral, paga em bilhões de reais em verbas publicitárias de governos, partidos, vende notícias e colocam manchetes que nem sempre representam a verdadeira vontade popular, e ou, procuram desqualificar qualquer ato cívico, pacífico, ético e na prática da moral e dos bons costumes, em exigir respeito e mais responsabilidade de deputados e senadores, no cumprimento do seu dever a quem foi conferido pelo próprio povo e cidadãos brasileiros nesta tarde de quarta-feira, dia 16 de novembro de 2016.

A manchete dos jornais mais sérios e que de fato estejam do lado da grande maioria dos cidadãos brasileiros, perdeu a grande chance de ser imparcial, de realizar uma leitura da total insatisfação e esgotamento dessa classe política, partidos, grupelhos e bandidos que se apoderaram em nome da democracia, para tratar de assuntos ilícitos e que em nada vão no encontro das soluções verdadeiras, dos nossos gravíssimos problemas em que esta sofrida nação.

MANCHETE MAIS VERDADEIRA E ADEQUADA PARA OS FATOS E ACONTECIMENTOS OCORRIDOS NO RECINTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, NO CONGRESSO NACIONAL BRASILEIRO, BRASÍLIA, DF.

" POVO BRASILEIRO, DONO E PROPRIETÁRIO DO CONGRESSO NACIONAL num grupo representante de Cidadãos Brasileiros ACESSA DE FORMA PACÍFICA os recintos da Câmara Federal, mostrando para a nação, o fim da paciência do POVO BRASILEIRO, para com toda classe politica, partidos que se apropriaram do poder, contra as legítimas e verdadeiras carências e demandas sociais do nosso cidadão brasileiro, suas famílias e roubaram nossos sonhos como nação livre, soberana e gentil".

Seguimos o presente artigo, com um rápido resumo do que estamos sentido nesses últimos anos de enganação, fraudes, desvio de bilhões de dólares dos cofres públicos, de construção de estádios desnecessários evidenciando que em nenhum momento, existia preocupação com o bem estar de nossa gente, com o bem estar e os cuidados com disponibilidade de recursos para melhor atendimento nos setores da saúde pública, educação, infraestrutura urbana, transportes, obras de logística.

Demonstraram nesses anos todos, que além da incompetência para gestão de nossas cidades, gestão responsável dos nossos estados brasileiros, gestão moral, ética e cívica de nossa nação federativa, conhecida como união; se serviram para a prática de roubos e fraudes de todas as espécies e tipos praticadas nos quatro cantos de nossa nação.

Não bastassem os crimes praticados contra o estado brasileiro, e como vítimas os cidadãos brasileiros, os eleitores, os contribuintes, rasgaram leis e normas de conduta, praticaram atos criminosos que sangraram recursos de tal grandeza, que levaram a nação a situação falimentar da quebra da capacidade de prestação de serviços públicos de essencial importância para a vida dos brasileiros e de quem vive no Brasil atualmente.

Entendam bem, crime é crime, ordem é ordem. Roubar é um verbo, fraudar é outro verbo comum no mundo criminoso, onde são conjugados por imensas quadrilhas de todos os tipos, visando ora o poder pelas práticas ilícitas do tráfico de drogas, práticas ilícitas de vendas de armas e contrabando no território brasileiro, roubo dos cofres públicos, prática de cartéis e demais combinações de preços e vantagens em exclusão do mercado conhecido de livre concorrência no país.

Assim, quadrilhas em ação semelhantes as conhecidas historicamente com máfias, ficam acima e foram das leis e ordenamentos jurídicos em que nós cidadãos estamos submetidos. Acima da lei, a margem da ordem, são capazes de praticar qualquer tipo de crime de ordem tributária, crime de lavagem de dinheiro, crimes de corrupção ativa e passiva, crimes de formação de quadrilhas, associações criminosas, peculatos, e demais outros conhecidos.

O BRASIL ainda perplexo com o acontecido e conhecido como caso "MENSALÃO" assistiu atônico ao teatro de mentiras, de manipulação das verdades nas CPI - Comissões Parlamentares de Inquéritos, que no mais cinismos "faz de conta" que estamos passando o país a limpo; que "faz de conta" que estamos apurando os fatos e atos praticados contra o decoro parlamentar; "faz de conta" que estamos fiscalizando e apurando abusos na condução, uso e aplicação dos recursos públicos desta nação.

Essas atitudes do "faz de conta" com mentiras, falas mentirosas e enganadoras, juramentos criminosos (falta da verdade), dissimulação de palavras e depoimentos, falta de responsabilidade cívica e moral perante os cidadãos brasileiros levaram a péssima imagem da corrupção instalada nos recintos do poder legislativo nacional brasileiro. Em quem confiar então?

Erramos novamente em confiar no poder judiciário, que vem prevaricando e protegendo criminosos, ladrões do dinheiro público, através do escudo imoral do conhecido FORO PRIVILEGIADO oferecido a deputados, senadores, presidentes, ministros, governadores, etc.

O que deveria ser regra, virou exceção que invertida, começou a proteger bandidos profissionais, que utilizaram da política, partidos e do sistema frágil eleitoral implantado no Brasil, para subir e descer em mandatos, prefeitos, governadores, deputados, senadores, ministros, etc. Assim, além da imoralidade ética e cívica desses criminosos, e sabendo da incapacidade do STF - Supremo Tribunal Federal, apostaram tudo na IMPUNIDADE quanto as consequências de todos os seus crimes e atos criminosos contra o patrimônio público nacional.

Por outro lado, o próprio poder judiciário calou-se diante grave situação. De maneira específica, o próprio STF deveria ter utilizado de suas prerrogativas em expor grave problema no sistema constitucional, onde a sociedade alertada a tempo, deveria ser chamada a opinar em como solucionar o problema, ou seja, da falta de punição, da falta de investigação dos crimes praticados pelos senhores deputados, senadores, ministros, governadores, presidentes, etc.

Deveriam os togados do STF agir em defesa da CONSTITUIÇÃO FEDERAL que lá diz que todos somos iguais, temos os mesmos direitos e deveres perante nossa nação. Ao invés disso, o próprio STF contribuiu de maneira irresponsável para a banalização do crime conhecido de "colarinho branco", ou seja, crimes praticados por homens importantes que utilizam de terno, colocados em boa posição social, com alta influência nos corredores palacianos. Alguns nos microfones dos palácios, brandando atos e procedimentos supostamente lícitos e para o bem da nação.

Quantas mentiras e enganos praticados pelo poder judiciário brasileiro. O STF lamentavelmente errou e ainda, não satisfeito lavou as mãos dos seus ministros, nas tendenciosas indicações políticas de outros poderes, para compor vagas no corpo do tribunal, com a única finalidade de proteger os seus padrinhos políticos. Ora, se a suprema corte tem como função proteger nossa CF - Constituição Federal, como ética e moralmente esses ministros poderiam aceitar cargos oriundos de fontes e pessoas apadrinhadas, dentro e ou fora dos outros poderes da república?

A omissão fez a ocasião e abriu o próspero campo da corrupção no Brasil. Certos da impunidade, os gestores, políticos, partidos, sindicatos, e demais sabiam que nada iria colocar em risco o que poderiam conquistar com atitudes e atos ilícitos. Quantos bilhões foram roubados e desviados de verbas públicas destinadas a construção de novos hospitais e unidades de saúde, escolas, creches, saneamento básico, estradas, ferrovias, portos, aeroportos, infraestrutura urbana no Brasil?

Essa mesma omissão, agora em história recente brasileira, mostrou a verdadeira face dos ministros togados junto a suprema corte, ou seja, passavam de manipuladores de entendimentos jurídicos, com falas incompreensíveis à cultura popular e leigos, visando demonstrar uma seriedade que já não mais existia no STF.

A pompa, a soberba e a ganância por mais privilégios, levaram o STF ser atualmente uma corte eivada de vícios de iniciativa, vícios de representatividade, vícios de parcialidade e bem como, atitudes não éticas, não lícitas e que demonstram tendências que favorecem partes criminosas que lá estão a dezenas de anos, sem julgamento e qualquer punição. IMPUNIDADE GENERALIZADA propiciada pela própria suprema corte brasileira.

As recentes desculpas que o tribunal não têm condições de julgamento da demanda, é outro escândalo contra a inteligência do povo brasileiro. Levaram anos e anos, escondendo processos nos arquivos para agora em novembro de 2016 se desculparem em ter tempo para prática de seus ofícios e obrigações nas quais recebem salários pagos pelos contribuintes e demais cidadãos brasileiros?

Que brincadeira é essa da suprema corte brasileira?

Com tudo isso acontecendo, para piorar a situação, numa tarde cinzenta para a nação, o STF julgou improcedente os crimes praticados por réus no caso do conhecido Mensalão, afirmando em sentença, que não ocorreram em hipótese alguma, atos que comprovassem a formação de organização criminosa na compra de votos, favores e corrupção.

Alegaram e julgaram de maneira leviana, configurando-se a maior aberração de uma corte em colegiado, julgar improcedente a existência e ou formação de quadrilha por parte de deputados, doleiros, políticos, partidos, etc. Sim, erro contra a nação brasileira, julgamento suspeito de verdade e de lisura ética e moral perante nossos eleitores, contribuintes e cidadãos brasileiros.

Foi dessa maneira e forma que a suprema corte brasileira, demonstrou para a nação de que lado estava. Protegendo os maiores bandidos e criminosos, fraudadores e ladrões do dinheiro público no Brasil. E ainda não se apurou a participação dos togados nos episódios, e quando isso ocorrer, iremos também conhecer juízes togados presos em cadeias da PF - Polícia Federal, a exemplo do que aconteceu recentemente com a prisão de um senador da república, a serviço do crime organizado implantado no país.

REAÇÕES LEGÍTIMAS, ÉTICAS, CÍVICAS E NECESSÁRIAS DO POVO BRASILEIRO

Passamos da hora de práticas mais insistentes e cobranças mais firmes quanto aos representantes eleitos para os parlamentos em todo o Brasil. Deixamos brechas para que eles cometessem crimes de todos os tipos, que mentissem descaradamente para a população, e que se sentissem inatingíveis e soberbos e soberanos acima da vontade popular.

Acordamos tarde para nossos deveres cívicos e nosso compromisso com nossos cidadãos e nossa nação. Porém, queremos renovar e recomeçar a escrever uma nova estória para o Brasil. Acreditamos que a massa do bolo apodreceu, e tudo nele nada mais se aproveita.

Para que possamos manter a saúde da nação brasileira, são necessárias atitudes corajosas e urgentes, como a demissão de políticos em geral, extinção de partidos e legendas partidárias de aluguel, acabar com os balcões de negócios e lobistas criminosos que corrompem e são corrompidos. Ainda, para recuperar a saúde da nação brasileira, deveremos demitir centenas de deputados federais e senadores da república, que demonstram atos e procedimentos de vícios e práticas criminosas no dia a dia desta nação.

A nação finalmente chegou a compreensão que os outorgados a cargos públicos, trabalham para nós brasileiros, ou seja, são apenas servidores públicos. Assim, poderemos questionar a qualidade dos serviços prestados, a eficiência e responsabilidade com que esses serviços são entregues para o povo brasileiro. Quando um servidor, em qualquer poder da república comete crimes, fraudes, roubos e demais atos ilícitos, a bem e a ordem do serviço público, deverá ser demitido, exonerado e apurado suas responsabilidades, respondendo sim, por atos administrativos que venham imputar situações de práticas criminosas, recebendo punições pelos crimes praticados.

Porém alguma coisa de urgente deve acontecer para a retirara desses péssimos servidores das funções públicas. A IMEDIATA EXONERAÇÃO DE OFÍCIO. Sim, a exoneração e abertura de processos administrativos, criminais para apuração fora dos cargos públicos a que estavam sendo alocados.

Esse princípio deve ser aplicado aos três poderes da república brasileira. Portanto são passíveis de exoneração imediata de ofício, todos os servidores públicos do poder judiciário, do poder legislativo, do poder executivo, em quaisquer níveis estiverem, sem prevalência de foros privilegiados.

É suspeito, praticou crimes, esta citado e envolvido em atos de corrupção, desvio de verbas públicas, falta de prestação de contas junto aos TCU - TCE - Tribunais de Contas da União e Estados, contas rejeitadas nos mandatos, serão todos responder aos processos, FORA DO SERVIÇO PÚBLICO BRASILEIRO.

SOMATÓRIA DE ILÍCITOS, FRAUDES, SACANAGENS, MÁ GESTÃO, ROUBOS

Nossa população paga um alta taxa de carga tributária em produtos e serviços. Porém, as contrapartidas não alcançam a maioria da população, existindo com essa prática ilícita na gestão pública brasileira, uma separação de classes de cidadãos. Aqueles que têm acesso a alguns poucos serviços públicos - cidadãos de 2ª categoria, e aqueles que têm acesso a todos e mais privilégios - cidadãos de 1ª categoria.

Sem entrar no mérito correto da demografia brasileira, poderemos afirmar que temos mais de 200.000.000 (duzentos milhões) de habitantes na faixa de cidadãos de 2ª categoria, e o restante, os privilegiados, cidadãos de 1ª categoria.

Sem devaneios sociológicos e filosóficos, entendemos que as consequências dos atuais problemas de roubos do dinheiro público, na falta de comprometimento com as demandas da população, da prática de organizações criminosas em obras e serviços - cartéis, na existência da corrupção ativa e passiva em todos os poderes, nos levam a uma catástrofe iminente para o Brasil.

Os bancos, financiam os esquemas, lavam dinheiro em obras e negócios em plena luz do dia, cobram e confiscam a riqueza da população, com a anuência do poder executivo e legislativo, bem como o poder judiciário. Sem falar na anuência simpática do BANCO CENTRAL DO BRASIL.

BRASIL ATUAL SOFRE DO MAL DA CLEPTOCRACIA GENERALIZADA

País governado por condenados, ladrões é um país roubado a cada momento. Não existirão limites de impostos, taxas e contribuições que irão satisfazer o crime organizado implantado no país atualmente. Assim, nos resta com remédio amargo, demitir corruptos, servidores facilitadores de atos ilícitos, extinguir órgãos públicos, ministérios, autarquias e fundações.

Bons funcionários públicos deverão ser aproveitados em outras demandas públicas ainda não sanadas no Brasil. O dinheiro público deverá ser levado a sério, sob pena de prisão imediata de qualquer ato que propicie danos ao patrimônio nacional.

Assim o que realmente aconteceu hoje no Congresso Nacional?

Se o local é do povo brasileiro, e seus funcionários públicos (deputados e senadores) não estão cumprindo o que espera nossos cidadãos, é licito ao povo, entrar no local que é da nação, e respeitosamente, chamar a responsabilidade e atenção dos omissos, dos pilantras e vigaristas, com olhares cínicos ainda não entenderam que poderão a qualquer momento, estarem exonerados pelo povo, a qual o poder advém do povo brasileiro.

A seguir, o que foi publicado nos momentos de tensão e emoção no Congresso Nacional, Brasília, Distrito Federal. Saiba mais, e compartilhem para mais pessoas, amigos e amigas nas redes sociais e grupos de discussão. Uma nação verdadeira se faz de cidadãos, compromissados com valores morais - éticos - e deveres cívicos.

PUBLICAÇÃO NO MOMENTO DO CALOR DA EMOÇÃO - 16/11/2016, tarde

O DIA QUE O CONGRESSO NACIONAL, FOI TOMADO PELO SEU PROPRIETÁRIO - O POVO BRASILEIRO, E EM RÁPIDA PAUTA LIDA NA FRENTE DO PLENÁRIO, SEGUNDO A BRASILEIRA QUE TEVE A HONRA DE O FAZER, EXISTIAM DEPUTADOS CÍNICOS COM SORRISOS NO ROSTO.

PAPO DE MALANDRO - DEPUTADOS FEDERAIS - CORRUPTOS E BANDIDOS - FORA JÁ - PAPO DE MALANDRO.

Se corre, é porque tem crimes a esconder.
VEJA NA ÍNTEGRA O QUE FOI DITO HOJE, DIA 16.11.2016, no interior do CONGRESSO NACIONAL, na Câmara dos Deputados. Apenas para uma observação, o deputado que presidia a sessão legislativa, saiu correndo - cagando nas calças.


ANEXANDO O QUE FOI PUBLICADO NO GRUPO MOVIMENTO BRASIL NOVO, nesta mesma data e sobre o mesmo assunto:

"[URGENTE,
Hoje, 16/11/2016, INVASÃO DO CONGRESSO NACIONAL !!!
Neste vídeo, a oradora do GRUPO DE REVINDICAÇÃO, diz...
- ... " Senhores, TEMOS NOVE BRASILEIROS ASSASSINADOS por minuto, CENTO E SESSENTA por dia, CINQUENTA E OITO MIL BRASILEIROS FORAM ASSASSINADOS em 2015, ...
- " Senhores, QUATROCENTAS PESSOAS MORREM na FILA DO SUS, todos os dias...
- Senhores vocês são pais, e vocês do CRIME POLÍTICO ORGANIZADO SAQUEOU ESTA NAÇÃO, hoje quem ESTA NO GOVERNO DO BRASIL é o CRIME POLÍTICO ORGANIZADO, Senhores. E vocês fazem parte deste governo.
- Quando EU FALO EM BANDIDO, os senhores ESTÃO COM SORRISINHO NO ROSTO, senhores. Pensem nas pessoas que MORREM TODOS OS DIAS neste país, enquanto saquearam o Brasil, no MAIOR ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA MUNDIAL, senhores..
- E vocês estão fazendo aqui o que?
No INCONSCIENTE COLETIVO, o inconformismo pela "sujeira" que tomou conta do MUNDO POLÍTICO e INSTITUCIONAL BRASILEIRO, é muito grande !!!]"
Discutindo pauta, querendo ACABAR COM A LAVA JATO!
É isto que VOCÊS QUEREM... É isto? "

A SOCIEDADE NÃO ESTÁ DE BRINCADEIRA...
E "ELES" ainda não conseguiram entender OS RECADO DAS RUAS iniciado desde as GRANDES MANIFESTAÇÕES de JUNHO 2013.

FONTE: MOVIMENTO BRASIL NOVO - 16/11/2016
COMPARTILHEM para mais amigos e amigas nas redes sociais, blogs e grupos de discussão, levantar as bundas das cadeiras, e irmos novamente e URGENTE para as Ruas do nosso Brasil.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que quem está prevaricando, agindo de má fé nas questões e interesses públicos da nação, quem está descumprindo a Constituição Federal, quem está roubando os sonhos e vidas de milhões de brasileiros com o câncer instalado da CORRUPÇÃO na nação, são os políticos brasileiros, partidos e organizações que vivem como carrapatos, sugando o sangue do povo desta nação.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que se existe CRIME CONTRA A NAÇÃO BRASILEIRA, o mesmo está sendo praticado nos recintos e fora dos três poderes da república brasileira, onde tais militantes criminosos se utilizam da liberdade proporcionada pela DEMOCRACIA para praticarem atos e crimes de toda espécie inimaginável, de forma contínua e sistêmica, configurando organizações criminosas políticas e demais, com o único objetivo de roubar o dinheiro público, enganar, fraudar, mentir e se apoderar do patrimônio do povo brasileiro.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que a ação pacífica empreendida em legítimo protesto e inconformismo com tamanha safadeza, atos de vigarice, crime organizado na prática de ilícitos contínuos: provém da TOTAL INSATISFAÇÃO E NO LIMITE POSSÍVEL E TOLERÁVEL DOS CONTRIBUINTES, ELEITORES E CIDADÃOS BRASILEIROS, diante de tamanha corrupção, ladroagem, cinismo, mentiras e safadezas de autênticos vigaristas.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que o povo tem certeza que nesse atual CONGRESSO NACIONAL, menos de 5% do parlamento apresenta atitudes compatíveis com o chamado DECORO PARLAMENTAR. Muito poucos que respeitam os recursos disponibilizados pelos impostos, taxas e tributos cobrados do povo brasileiro, e prestam contas de gastos conforme critérios da decência, da ética, da educação e respeito, da educação moral e cívica diante de nossa pátria - BRASIL.

COMPARTILHEM, pois chegamos ao limite tolerável da paciência deste povo, que não vê mais nenhuma chance de resignação por parte desse ranço de picaretas e ladrões, instalados no Congresso Nacional Brasileiro, em pleno mês de novembro de 2016.

COMPARTILHEM para que saibam que exigimos a RENÚNCIA DE TODOS OS DEPUTADOS E SENADORES DESSA REPÚBLICA, e que se faça através da ORDEM e diante das leis, a substituição desses criminosos, de forma direta, rápida e pacífica.

COMPARTILHEM que tal situação proporcionada pelos próprios parlamentares em geral - deputados federais, senadores da república, ministros, governadores, prefeitos, presidentes de estatais, secretários, partidos políticos são os verdadeiros e únicos responsáveis pelo GOLPE PRATICADO CONTRA O PATRIMÔNIO DA NAÇÃO BRASILEIRA, PELO GOLPE PRATICADO CONTRA O POVO BRASILEIRO utilizando para isso, falsas verdades quanto ação em nome da liberdade democrática.

FALTA DE RESPEITO PARA COM OS CIDADÃOS BRASILEIROS
RESPEITAR O CONTRIBUINTE, O ELEITOR E O CIDADÃO É OBRIGAÇÃO DOS DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES DA REPÚBLICA, E DEMAIS POLÍTICOS E DETENTORES DE CARGOS PÚBLICOS.
AFRONTAR O POVO, FAZÊ-LO CAIR EM FALSAS INFORMAÇÕES, FALSAS VERDADES, JOGOS MAFIOSOS DE TROCA DE FAVORES, QUEM DÁ MAIS PARA TER O VOTO, NADA MAIS SIGNIFICA UMA AFRONTA DIRETA A DIGNIDADE DO CIDADÃO BRASILEIRO.

E O POVO, SENDO O DONO DO PODER, DO CONGRESSO NACIONAL, NÃO PODERÁ DEIXAR QUE SEUS ESCOLHIDOS E SUBORDINADOS, FAÇAM ATOS A SUA REVELIA.
ASSIM, NÃO EXISTIU INVASÃO, E SIM, TOMADA DE POSSE TEMPORÁRIA PARA DAR UM RÁPIDO RECADO, SE NÃO CRIAR VERGONHA NA CARA, O POVO BRASILEIRO IRÁ DEMITIR O RESTO.

BRASÍLIA, 16 DE NOVEMBRO DE 2016.

CONHEÇA MAIS DETALHES DO TEXTO, NO VÍDEO A SEGUIR:

https://youtu.be/wozBhFVb-yc

COMPARTILHEM!

Obrigado,

Engº José Antonio Gonçalves.'.
Ribeirão Preto, Estado de São Paulo - Brasil.

Editado e publicado em 16/11/2016
FONTE; IMPRENSA NACIONAL BRASILEIRA.

POVO BRASILEIRO, DONO E PROPRIETÁRIO DO CONGRESSO NACIONAL num Grupo de Cidadãos Brasileiros ACESSA os recintos da Câmara Federal, mostrando para a nação, o fim da paciência do POVO BRASILEIRO.

A imprensa brasileira em geral, paga em bilhões de reais em verbas publicitárias de governos, partidos, vende notícias e colocam manchetes que nem sempre representam a verdadeira vontade popular, e ou, procuram desqualificar qualquer ato cívico, pacífico, ético e na prática da moral e dos bons costumes, em exigir respeito e mais responsabilidade de deputados e senadores, no cumprimento do seu dever a quem foi conferido pelo próprio povo e cidadãos brasileiros nesta tarde de quarta-feira, dia 16 de novembro de 2016.

A manchete dos jornais mais sérios e que de fato estejam do lado da grande maioria dos cidadãos brasileiros, perdeu a grande chance de ser imparcial, de realizar uma leitura da total insatisfação e esgotamento dessa classe política, partidos, grupelhos e bandidos que se apoderaram em nome da democracia, para tratar de assuntos ilícitos e que em nada vão no encontro das soluções verdadeiras, dos nossos gravíssimos problemas em que esta sofrida nação.

MANCHETE MAIS VERDADEIRA E ADEQUADA PARA OS FATOS E ACONTECIMENTOS OCORRIDOS NO RECINTO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, NO CONGRESSO NACIONAL BRASILEIRO, BRASÍLIA, DF.

" POVO BRASILEIRO, DONO E PROPRIETÁRIO DO CONGRESSO NACIONAL num grupo representante de Cidadãos Brasileiros ACESSA DE FORMA PACÍFICA os recintos da Câmara Federal, mostrando para a nação, o fim da paciência do POVO BRASILEIRO, para com toda classe politica, partidos que se apropriaram do poder, contra as legítimas e verdadeiras carências e demandas sociais do nosso cidadão brasileiro, suas famílias e roubaram nossos sonhos como nação livre, soberana e gentil".

Seguimos o presente artigo, com um rápido resumo do que estamos sentido nesses últimos anos de enganação, fraudes, desvio de bilhões de dólares dos cofres públicos, de construção de estádios desnecessários evidenciando que em nenhum momento, existia preocupação com o bem estar de nossa gente, com o bem estar e os cuidados com disponibilidade de recursos para melhor atendimento nos setores da saúde pública, educação, infraestrutura urbana, transportes, obras de logística.

Demonstraram nesses anos todos, que além da incompetência para gestão de nossas cidades, gestão responsável dos nossos estados brasileiros, gestão moral, ética e cívica de nossa nação federativa, conhecida como união; se serviram para a prática de roubos e fraudes de todas as espécies e tipos praticadas nos quatro cantos de nossa nação.

Não bastassem os crimes praticados contra o estado brasileiro, e como vítimas os cidadãos brasileiros, os eleitores, os contribuintes, rasgaram leis e normas de conduta, praticaram atos criminosos que sangraram recursos de tal grandeza, que levaram a nação a situação falimentar da quebra da capacidade de prestação de serviços públicos de essencial importância para a vida dos brasileiros e de quem vive no Brasil atualmente.

Entendam bem, crime é crime, ordem é ordem. Roubar é um verbo, fraudar é outro verbo comum no mundo criminoso, onde são conjugados por imensas quadrilhas de todos os tipos, visando ora o poder pelas práticas ilícitas do tráfico de drogas, práticas ilícitas de vendas de armas e contrabando no território brasileiro, roubo dos cofres públicos, prática de cartéis e demais combinações de preços e vantagens em exclusão do mercado conhecido de livre concorrência no país.

Assim, quadrilhas em ação semelhantes as conhecidas historicamente com máfias, ficam acima e foram das leis e ordenamentos jurídicos em que nós cidadãos estamos submetidos. Acima da lei, a margem da ordem, são capazes de praticar qualquer tipo de crime de ordem tributária, crime de lavagem de dinheiro, crimes de corrupção ativa e passiva, crimes de formação de quadrilhas, associações criminosas, peculatos, e demais outros conhecidos.

O BRASIL ainda perplexo com o acontecido e conhecido como caso "MENSALÃO" assistiu atônico ao teatro de mentiras, de manipulação das verdades nas CPI - Comissões Parlamentares de Inquéritos, que no mais cinismos "faz de conta" que estamos passando o país a limpo; que "faz de conta" que estamos apurando os fatos e atos praticados contra o decoro parlamentar; "faz de conta" que estamos fiscalizando e apurando abusos na condução, uso e aplicação dos recursos públicos desta nação.

Essas atitudes do "faz de conta" com mentiras, falas mentirosas e enganadoras, juramentos criminosos (falta da verdade), dissimulação de palavras e depoimentos, falta de responsabilidade cívica e moral perante os cidadãos brasileiros levaram a péssima imagem da corrupção instalada nos recintos do poder legislativo nacional brasileiro. Em quem confiar então?

Erramos novamente em confiar no poder judiciário, que vem prevaricando e protegendo criminosos, ladrões do dinheiro público, através do escudo imoral do conhecido FORO PRIVILEGIADO oferecido a deputados, senadores, presidentes, ministros, governadores, etc.

O que deveria ser regra, virou exceção que invertida, começou a proteger bandidos profissionais, que utilizaram da política, partidos e do sistema frágil eleitoral implantado no Brasil, para subir e descer em mandatos, prefeitos, governadores, deputados, senadores, ministros, etc. Assim, além da imoralidade ética e cívica desses criminosos, e sabendo da incapacidade do STF - Supremo Tribunal Federal, apostaram tudo na IMPUNIDADE quanto as consequências de todos os seus crimes e atos criminosos contra o patrimônio público nacional.

Por outro lado, o próprio poder judiciário calou-se diante grave situação. De maneira específica, o próprio STF deveria ter utilizado de suas prerrogativas em expor grave problema no sistema constitucional, onde a sociedade alertada a tempo, deveria ser chamada a opinar em como solucionar o problema, ou seja, da falta de punição, da falta de investigação dos crimes praticados pelos senhores deputados, senadores, ministros, governadores, presidentes, etc.

Deveriam os togados do STF agir em defesa da CONSTITUIÇÃO FEDERAL que lá diz que todos somos iguais, temos os mesmos direitos e deveres perante nossa nação. Ao invés disso, o próprio STF contribuiu de maneira irresponsável para a banalização do crime conhecido de "colarinho branco", ou seja, crimes praticados por homens importantes que utilizam de terno, colocados em boa posição social, com alta influência nos corredores palacianos. Alguns nos microfones dos palácios, brandando atos e procedimentos supostamente lícitos e para o bem da nação.

Quantas mentiras e enganos praticados pelo poder judiciário brasileiro. O STF lamentavelmente errou e ainda, não satisfeito lavou as mãos dos seus ministros, nas tendenciosas indicações políticas de outros poderes, para compor vagas no corpo do tribunal, com a única finalidade de proteger os seus padrinhos políticos. Ora, se a suprema corte tem como função proteger nossa CF - Constituição Federal, como ética e moralmente esses ministros poderiam aceitar cargos oriundos de fontes e pessoas apadrinhadas, dentro e ou fora dos outros poderes da república?

A omissão fez a ocasião e abriu o próspero campo da corrupção no Brasil. Certos da impunidade, os gestores, políticos, partidos, sindicatos, e demais sabiam que nada iria colocar em risco o que poderiam conquistar com atitudes e atos ilícitos. Quantos bilhões foram roubados e desviados de verbas públicas destinadas a construção de novos hospitais e unidades de saúde, escolas, creches, saneamento básico, estradas, ferrovias, portos, aeroportos, infraestrutura urbana no Brasil?

Essa mesma omissão, agora em história recente brasileira, mostrou a verdadeira face dos ministros togados junto a suprema corte, ou seja, passavam de manipuladores de entendimentos jurídicos, com falas incompreensíveis à cultura popular e leigos, visando demonstrar uma seriedade que já não mais existia no STF.

A pompa, a soberba e a ganância por mais privilégios, levaram o STF ser atualmente uma corte eivada de vícios de iniciativa, vícios de representatividade, vícios de parcialidade e bem como, atitudes não éticas, não lícitas e que demonstram tendências que favorecem partes criminosas que lá estão a dezenas de anos, sem julgamento e qualquer punição. IMPUNIDADE GENERALIZADA propiciada pela própria suprema corte brasileira.

As recentes desculpas que o tribunal não têm condições de julgamento da demanda, é outro escândalo contra a inteligência do povo brasileiro. Levaram anos e anos, escondendo processos nos arquivos para agora em novembro de 2016 se desculparem em ter tempo para prática de seus ofícios e obrigações nas quais recebem salários pagos pelos contribuintes e demais cidadãos brasileiros?

Que brincadeira é essa da suprema corte brasileira?

Com tudo isso acontecendo, para piorar a situação, numa tarde cinzenta para a nação, o STF julgou improcedente os crimes praticados por réus no caso do conhecido Mensalão, afirmando em sentença, que não ocorreram em hipótese alguma, atos que comprovassem a formação de organização criminosa na compra de votos, favores e corrupção.

Alegaram e julgaram de maneira leviana, configurando-se a maior aberração de uma corte em colegiado, julgar improcedente a existência e ou formação de quadrilha por parte de deputados, doleiros, políticos, partidos, etc. Sim, erro contra a nação brasileira, julgamento suspeito de verdade e de lisura ética e moral perante nossos eleitores, contribuintes e cidadãos brasileiros.

Foi dessa maneira e forma que a suprema corte brasileira, demonstrou para a nação de que lado estava. Protegendo os maiores bandidos e criminosos, fraudadores e ladrões do dinheiro público no Brasil. E ainda não se apurou a participação dos togados nos episódios, e quando isso ocorrer, iremos também conhecer juízes togados presos em cadeias da PF - Polícia Federal, a exemplo do que aconteceu recentemente com a prisão de um senador da república, a serviço do crime organizado implantado no país.

REAÇÕES LEGÍTIMAS, ÉTICAS, CÍVICAS E NECESSÁRIAS DO POVO BRASILEIRO

Passamos da hora de práticas mais insistentes e cobranças mais firmes quanto aos representantes eleitos para os parlamentos em todo o Brasil. Deixamos brechas para que eles cometessem crimes de todos os tipos, que mentissem descaradamente para a população, e que se sentissem inatingíveis e soberbos e soberanos acima da vontade popular.

Acordamos tarde para nossos deveres cívicos e nosso compromisso com nossos cidadãos e nossa nação. Porém, queremos renovar e recomeçar a escrever uma nova estória para o Brasil. Acreditamos que a massa do bolo apodreceu, e tudo nele nada mais se aproveita.

Para que possamos manter a saúde da nação brasileira, são necessárias atitudes corajosas e urgentes, como a demissão de políticos em geral, extinção de partidos e legendas partidárias de aluguel, acabar com os balcões de negócios e lobistas criminosos que corrompem e são corrompidos. Ainda, para recuperar a saúde da nação brasileira, deveremos demitir centenas de deputados federais e senadores da república, que demonstram atos e procedimentos de vícios e práticas criminosas no dia a dia desta nação.

A nação finalmente chegou a compreensão que os outorgados a cargos públicos, trabalham para nós brasileiros, ou seja, são apenas servidores públicos. Assim, poderemos questionar a qualidade dos serviços prestados, a eficiência e responsabilidade com que esses serviços são entregues para o povo brasileiro. Quando um servidor, em qualquer poder da república comete crimes, fraudes, roubos e demais atos ilícitos, a bem e a ordem do serviço público, deverá ser demitido, exonerado e apurado suas responsabilidades, respondendo sim, por atos administrativos que venham imputar situações de práticas criminosas, recebendo punições pelos crimes praticados.

Porém alguma coisa de urgente deve acontecer para a retirara desses péssimos servidores das funções públicas. A IMEDIATA EXONERAÇÃO DE OFÍCIO. Sim, a exoneração e abertura de processos administrativos, criminais para apuração fora dos cargos públicos a que estavam sendo alocados.

Esse princípio deve ser aplicado aos três poderes da república brasileira. Portanto são passíveis de exoneração imediata de ofício, todos os servidores públicos do poder judiciário, do poder legislativo, do poder executivo, em quaisquer níveis estiverem, sem prevalência de foros privilegiados.

É suspeito, praticou crimes, esta citado e envolvido em atos de corrupção, desvio de verbas públicas, falta de prestação de contas junto aos TCU - TCE - Tribunais de Contas da União e Estados, contas rejeitadas nos mandatos, serão todos responder aos processos, FORA DO SERVIÇO PÚBLICO BRASILEIRO.

SOMATÓRIA DE ILÍCITOS, FRAUDES, SACANAGENS, MÁ GESTÃO, ROUBOS

Nossa população paga um alta taxa de carga tributária em produtos e serviços. Porém, as contrapartidas não alcançam a maioria da população, existindo com essa prática ilícita na gestão pública brasileira, uma separação de classes de cidadãos. Aqueles que têm acesso a alguns poucos serviços públicos - cidadãos de 2ª categoria, e aqueles que têm acesso a todos e mais privilégios - cidadãos de 1ª categoria.

Sem entrar no mérito correto da demografia brasileira, poderemos afirmar que temos mais de 200.000.000 (duzentos milhões) de habitantes na faixa de cidadãos de 2ª categoria, e o restante, os privilegiados, cidadãos de 1ª categoria.

Sem devaneios sociológicos e filosóficos, entendemos que as consequências dos atuais problemas de roubos do dinheiro público, na falta de comprometimento com as demandas da população, da prática de organizações criminosas em obras e serviços - cartéis, na existência da corrupção ativa e passiva em todos os poderes, nos levam a uma catástrofe iminente para o Brasil.

Os bancos, financiam os esquemas, lavam dinheiro em obras e negócios em plena luz do dia, cobram e confiscam a riqueza da população, com a anuência do poder executivo e legislativo, bem como o poder judiciário. Sem falar na anuência simpática do BANCO CENTRAL DO BRASIL.

BRASIL ATUAL SOFRE DO MAL DA CLEPTOCRACIA GENERALIZADA

País governado por condenados, ladrões é um país roubado a cada momento. Não existirão limites de impostos, taxas e contribuições que irão satisfazer o crime organizado implantado no país atualmente. Assim, nos resta com remédio amargo, demitir corruptos, servidores facilitadores de atos ilícitos, extinguir órgãos públicos, ministérios, autarquias e fundações.

Bons funcionários públicos deverão ser aproveitados em outras demandas públicas ainda não sanadas no Brasil. O dinheiro público deverá ser levado a sério, sob pena de prisão imediata de qualquer ato que propicie danos ao patrimônio nacional.

Assim o que realmente aconteceu hoje no Congresso Nacional?

Se o local é do povo brasileiro, e seus funcionários públicos (deputados e senadores) não estão cumprindo o que espera nossos cidadãos, é licito ao povo, entrar no local que é da nação, e respeitosamente, chamar a responsabilidade e atenção dos omissos, dos pilantras e vigaristas, com olhares cínicos ainda não entenderam que poderão a qualquer momento, estarem exonerados pelo povo, a qual o poder advém do povo brasileiro.

A seguir, o que foi publicado nos momentos de tensão e emoção no Congresso Nacional, Brasília, Distrito Federal. Saiba mais, e compartilhem para mais pessoas, amigos e amigas nas redes sociais e grupos de discussão. Uma nação verdadeira se faz de cidadãos, compromissados com valores morais - éticos - e deveres cívicos.

PUBLICAÇÃO NO MOMENTO DO CALOR DA EMOÇÃO - 16/11/2016, tarde

O DIA QUE O CONGRESSO NACIONAL, FOI TOMADO PELO SEU PROPRIETÁRIO - O POVO BRASILEIRO, E EM RÁPIDA PAUTA LIDA NA FRENTE DO PLENÁRIO, SEGUNDO A BRASILEIRA QUE TEVE A HONRA DE O FAZER, EXISTIAM DEPUTADOS CÍNICOS COM SORRISOS NO ROSTO.

PAPO DE MALANDRO - DEPUTADOS FEDERAIS - CORRUPTOS E BANDIDOS - FORA JÁ - PAPO DE MALANDRO.

Se corre, é porque tem crimes a esconder.
VEJA NA ÍNTEGRA O QUE FOI DITO HOJE, DIA 16.11.2016, no interior do CONGRESSO NACIONAL, na Câmara dos Deputados. Apenas para uma observação, o deputado que presidia a sessão legislativa, saiu correndo - cagando nas calças.


ANEXANDO O QUE FOI PUBLICADO NO GRUPO MOVIMENTO BRASIL NOVO, nesta mesma data e sobre o mesmo assunto:

"[URGENTE,
Hoje, 16/11/2016, INVASÃO DO CONGRESSO NACIONAL !!!
Neste vídeo, a oradora do GRUPO DE REVINDICAÇÃO, diz...
- ... " Senhores, TEMOS NOVE BRASILEIROS ASSASSINADOS por minuto, CENTO E SESSENTA por dia, CINQUENTA E OITO MIL BRASILEIROS FORAM ASSASSINADOS em 2015, ...
- " Senhores, QUATROCENTAS PESSOAS MORREM na FILA DO SUS, todos os dias...
- Senhores vocês são pais, e vocês do CRIME POLÍTICO ORGANIZADO SAQUEOU ESTA NAÇÃO, hoje quem ESTA NO GOVERNO DO BRASIL é o CRIME POLÍTICO ORGANIZADO, Senhores. E vocês fazem parte deste governo.
- Quando EU FALO EM BANDIDO, os senhores ESTÃO COM SORRISINHO NO ROSTO, senhores. Pensem nas pessoas que MORREM TODOS OS DIAS neste país, enquanto saquearam o Brasil, no MAIOR ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA MUNDIAL, senhores..
- E vocês estão fazendo aqui o que?
No INCONSCIENTE COLETIVO, o inconformismo pela "sujeira" que tomou conta do MUNDO POLÍTICO e INSTITUCIONAL BRASILEIRO, é muito grande !!!]"
Discutindo pauta, querendo ACABAR COM A LAVA JATO!
É isto que VOCÊS QUEREM... É isto? "

A SOCIEDADE NÃO ESTÁ DE BRINCADEIRA...
E "ELES" ainda não conseguiram entender OS RECADO DAS RUAS iniciado desde as GRANDES MANIFESTAÇÕES de JUNHO 2013.

FONTE: MOVIMENTO BRASIL NOVO - 16/11/2016
COMPARTILHEM para mais amigos e amigas nas redes sociais, blogs e grupos de discussão, levantar as bundas das cadeiras, e irmos novamente e URGENTE para as Ruas do nosso Brasil.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que quem está prevaricando, agindo de má fé nas questões e interesses públicos da nação, quem está descumprindo a Constituição Federal, quem está roubando os sonhos e vidas de milhões de brasileiros com o câncer instalado da CORRUPÇÃO na nação, são os políticos brasileiros, partidos e organizações que vivem como carrapatos, sugando o sangue do povo desta nação.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que se existe CRIME CONTRA A NAÇÃO BRASILEIRA, o mesmo está sendo praticado nos recintos e fora dos três poderes da república brasileira, onde tais militantes criminosos se utilizam da liberdade proporcionada pela DEMOCRACIA para praticarem atos e crimes de toda espécie inimaginável, de forma contínua e sistêmica, configurando organizações criminosas políticas e demais, com o único objetivo de roubar o dinheiro público, enganar, fraudar, mentir e se apoderar do patrimônio do povo brasileiro.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que a ação pacífica empreendida em legítimo protesto e inconformismo com tamanha safadeza, atos de vigarice, crime organizado na prática de ilícitos contínuos: provém da TOTAL INSATISFAÇÃO E NO LIMITE POSSÍVEL E TOLERÁVEL DOS CONTRIBUINTES, ELEITORES E CIDADÃOS BRASILEIROS, diante de tamanha corrupção, ladroagem, cinismo, mentiras e safadezas de autênticos vigaristas.

COMPARTILHEM para que fique bem claro que o povo tem certeza que nesse atual CONGRESSO NACIONAL, menos de 5% do parlamento apresenta atitudes compatíveis com o chamado DECORO PARLAMENTAR. Muito poucos que respeitam os recursos disponibilizados pelos impostos, taxas e tributos cobrados do povo brasileiro, e prestam contas de gastos conforme critérios da decência, da ética, da educação e respeito, da educação moral e cívica diante de nossa pátria - BRASIL.

COMPARTILHEM, pois chegamos ao limite tolerável da paciência deste povo, que não vê mais nenhuma chance de resignação por parte desse ranço de picaretas e ladrões, instalados no Congresso Nacional Brasileiro, em pleno mês de novembro de 2016.

COMPARTILHEM para que saibam que exigimos a RENÚNCIA DE TODOS OS DEPUTADOS E SENADORES DESSA REPÚBLICA, e que se faça através da ORDEM e diante das leis, a substituição desses criminosos, de forma direta, rápida e pacífica.

COMPARTILHEM que tal situação proporcionada pelos próprios parlamentares em geral - deputados federais, senadores da república, ministros, governadores, prefeitos, presidentes de estatais, secretários, partidos políticos são os verdadeiros e únicos responsáveis pelo GOLPE PRATICADO CONTRA O PATRIMÔNIO DA NAÇÃO BRASILEIRA, PELO GOLPE PRATICADO CONTRA O POVO BRASILEIRO utilizando para isso, falsas verdades quanto ação em nome da liberdade democrática.

FALTA DE RESPEITO PARA COM OS CIDADÃOS BRASILEIROS
RESPEITAR O CONTRIBUINTE, O ELEITOR E O CIDADÃO É OBRIGAÇÃO DOS DEPUTADOS FEDERAIS, SENADORES DA REPÚBLICA, E DEMAIS POLÍTICOS E DETENTORES DE CARGOS PÚBLICOS.
AFRONTAR O POVO, FAZÊ-LO CAIR EM FALSAS INFORMAÇÕES, FALSAS VERDADES, JOGOS MAFIOSOS DE TROCA DE FAVORES, QUEM DÁ MAIS PARA TER O VOTO, NADA MAIS SIGNIFICA UMA AFRONTA DIRETA A DIGNIDADE DO CIDADÃO BRASILEIRO.

E O POVO, SENDO O DONO DO PODER, DO CONGRESSO NACIONAL, NÃO PODERÁ DEIXAR QUE SEUS ESCOLHIDOS E SUBORDINADOS, FAÇAM ATOS A SUA REVELIA.
ASSIM, NÃO EXISTIU INVASÃO, E SIM, TOMADA DE POSSE TEMPORÁRIA PARA DAR UM RÁPIDO RECADO, SE NÃO CRIAR VERGONHA NA CARA, O POVO BRASILEIRO IRÁ DEMITIR O RESTO.

BRASÍLIA, 16 DE NOVEMBRO DE 2016.

CONHEÇA MAIS DETALHES DO TEXTO, NO VÍDEO A SEGUIR:

https://youtu.be/wozBhFVb-yc

COMPARTILHEM!

Obrigado,

Engº José Antonio Gonçalves.'.
Ribeirão Preto, Estado de São Paulo - Brasil.

Editado e publicado em 16/11/2016
FONTE; IMPRENSA NACIONAL BRASILEIRA.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ...

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ...: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: Ani Dasgu... : ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: An...



Cidades, dados abertos e transparência – Congresso Internacional Cidades & Transportes. Como transformar inteligência em cidades inteligentes? — Engefrom Engenharia - Projetos e Obras

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: Ani Dasgu...

ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: Ani Dasgu...: ENGEFROM ENGENHARIA E VENDAS COMERCIAIS: Ani Dasgupta fala sobre habitação social na Habita... : ENGEFROM ENGINEERING – Innovation, technolo...





ENGEFROM ENGINEERING – Innovation, technology, investment projects and monitoring, consulting, construction management.

ENGEFROM ENGENHARIA - Inovando, projetando, planejando o que existe de melhor para seus clientes








ENGEFROM ENGINEERING
Innovation, technology, investment projects and monitoring, consulting, construction management.
Our technical office with over 35 years of experience in engineering tract, conducts research and innovations, aimed at problem solving and situations encountered in everyday life of the population, and we also work in your project, work or business, with innovative solutions and challenging, always in pursuit of quality of our services and the total satisfaction of our customers.
On the site Office of ENGEFROM ENGENHARIA - Ribeirão Preto, SP." | we have a small sample of our work and the versatility of our performances, research projects and planning. In the area of ​​urban planning, we have developed research in urban public transport area in general, modal bus and road safety, with the traffic of Brazilian cities.
In studies and longer-range projects, we perform complete projects and feasibility studies as well as those provided by federal, state and local legislation. EIA, EIV, RIMA, and all the environmental impacts that may cause imbalances in the processes and projects are studied and solutions offered the most diverse possible, by submitting mitigation measures.
ENGEFROM ENGINEERING, represented by Engineer José Antonio Gonçalves, contact we have e-mail: engefrom@uol.com.br | engefrom@bol.com.br | We operate in works of urban infrastructure, rural infrastructure, sanitation, transport , traffic, street lights, water supply networks, rainwater collection networks, sewage collection networks, as well as its treatment plants – ETA – ETE – IT and its pumping stations, with several projects undertaken in the country.
Our phone +55 16 3024-8427 | TIM +55 16 98128-6332, contact, in addition to our emails.
ENGEFROM ENGINEERING, committed to quality and customer satisfaction as well as addressing and solving project for your company, your property, your industry.
RIBEIRÃO PRETO, STATE OF SÃO PAULO – BRAZIL.
Home page:
Blog da Engefrom Engenharia:

Os desafios para o Brasil colocar a Nova Agenda Urbana em prática

Habitat III, em Quito, terminou em acordo: o mundo tem uma Nova Agenda Urbana para os próximos 20 anos
Habitat III, em Quito, terminou em acordo: o mundo tem uma Nova Agenda Urbana para os próximos 20 anos (Foto: Bruno Felin/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)
Durante a emoção do encerramento da Habitat III, em Quito, logo após a aprovação da Nova Agenda Urbana, o Diretor Executivo da ONU-Habitat, Joan Clos, declarou que “a viagem para o futuro urbano sustentável está apenas começando”.
De fato, temos um longo caminho pela frente. Esse é um debate que não se encerra na conferência. Os países precisarão aprofundar a discussão sobre como viabilizar e implementar essa nova visão de cidade. “Ainda temos como dever de casa desenvolver um plano de implementação que estabeleça prioridades. Para implementar por completo a Nova Agenda Urbana, precisamos refinar a agenda de ações, com metas mensuráveis e medidas de monitoramento. O WRI Ross Center for Sustainable Cities está comprometido em desenvolver parcerias, globalmente e nos países, para apoiar os esforços das cidades em garantir mobilidade sustentável, segurança viária e habitação acessível para todos”, ressaltou Ani Dasgupta, Diretor Global do WRI Ross Center for Sustainable Cities, logo após a Nova Agenda Urbana se tornar oficial.
E no caso do Brasil? Separamos alguns pontos que precisarão ser tratados logo, para que em duas décadas o país tenha cumprido os compromissos firmados no Equador e possa debater uma visão de cidade pós-Nova Agenda Urbana.
Inclusão, democratização e acesso a serviços básicos
Um dos grandes problemas do Brasil, a desigualdade social é refletida inclusive no desenho das cidades. Áreas de favelas se desenvolveram ao redor de postes de energia, um dos primeiros serviços a chegar nessas áreas. Assim, as casas ficaram muito próximas aos postes e, consequentemente, quando as ruas foram pavimentadas, não sobrou espaço para as calçadas. As consequências são acidentes e mortes que poderiam ser evitadas.
A segurança viária é um dos elementos para mudar isso, de acordo com Luis Antonio Lindau, Diretor do WRI Brasil Cidades Sustentáveis. A segurança viária ganhou ainda mais relevância após a Nova Agenda Urbana: o parágrafo sobre o tema fala em “trabalhar para adotar, implementar e aplicar políticas e medidas para proteger e promover ativamente a segurança dos pedestres e a mobilidade por bicicleta”.
Travessia de pedestres em Quito (Foto: Bruno Felin/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)
Travessia de pedestres em Quito (Foto: Bruno Felin/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)
As taxas de motorização estão subindo em todo o mundo: em 2000, a população mundial dirigiu 14 trilhões de quilômetros; até 2050, devemos chegar a 48 trilhões. As cidades mais sustentáveis do mundo apresentam parcelas significativas de deslocamentos feitos a pé, de bicicleta e de ônibus em suas divisões modais. 
O Brasil já deu passos positivos nesse sentido, ao criar o Estatuto da Cidade(2001), o Ministério das Cidades (2003), o Conselho Nacional de Cidades (2004), além de promulgar a Lei 12.587/2012, que institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), obrigando mais de três mil cidades brasileiras a desenvolver planos de mobilidade urbana. Mas é preciso usar esses mecanismos para ações práticas.
Transformar e garantir acesso aos serviços mais básicos a toda a população do país é um desafio de grande magnitude. Menos da metade dos brasileiros, por exemplo, têm o esgoto coletado em suas casas, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Há ainda um déficit de seis milhões de habitações no país. Essas e outras questões precisam ser tratadas de maneira coordenada em todos os níveis de governo, a partir da discussão do uso do solo e de soluções de transporte sustentável.
O desafio de prover serviços básicos capazes de democratizar as cidades está bem detalhado no World Resources Report (WRR) sobre cidades, lançamento recente do WRI Ross Center for Sustainable Cities. A pesquisa mostra que, em muitas cidades do chamado Sul Global, mais de 70% da população não é atendida por serviços fundamentais, como moradia em áreas bem localizadas, água potável, energia sustentável e transporte coletivo acessível e de qualidade. Para lidar com desafios dessa magnitude, é necessário criar soluções criativas e formas inovadoras de financiamento, nosso próximo ponto.
O financiamento precisa se renovar
A Habitat III ajudou a demonstrar a relevância dos governos locais. Muitas cidades têm boas ideias e planos de crescimento baseados em infraestrutura sustentável, mas sofrem com a falta de capacidade técnica para desenvolver projetos robustos e modelos de negócios atraentes para o mercado de capital.
Márcio Lacerda, Presidente da FNP (Foto: Bruno Felin/WRI Brasil Cidades Sustentáveis)
Fundos e bônus verdes são novas e grandes oportunidades que surgiram após a COP 21, em Paris. O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Márcio Lacerda (foto à esquerda), acredita que é necessária uma modernização das finanças das cidades brasileiras. “A eficiência é baixa tanto na cobrança de impostos quanto no uso dos recursos”, afirmou durante a Habitat III. Ele também ressaltou a importância da transparência para que as cidades possam acessar esses fundos.

Prefeitos do C40, entre eles Michel Müller (Berlin), Helen Fernández (Caracas), Mauricio Rodas (Quito), Ada Colau (Barcelona), Miguel Ángel Mancera (Cidade do México), vice-presidente do C40, Henrique Peñalosa (Bogotá) e Claudio Orrego Larraín (Santiago), reivindicaram durante a Habitat III maior independência dos governos locais no acesso aos recursos. 
Eles pediram, entre outros pontos, que 1) as cidades tenham acesso direto a fundos de financiamento – sem passar por governos federais; 2) o controle das finanças seja das cidades; 3) os governos nacionais criem uma política estável e um ambiente regulatório; 4) as cidades sejam apoiadas na capacitação, no planejamento e na execução de projetos; e 5) a inovação ocupe um papel central nos governos.
De acordo com Lindau, cidades do mundo em desenvolvimento terão de superar importantes barreiras para conceber, inserir e operar projetos de infraestrutura financiáveis. O sistema de financiamento para implantar a Nova Agenda Urbana no Brasil exigirá um forte envolvimento do governo federal e a participação do setor privado. 
Também serão necessárias estruturas sólidas de governança, contemplando mecanismos permanentes de cooperação e consulta. “Isso passa por engajar e alinhar múltiplos atores com interesses diversos – e muitas vezes até conflitantes – além de reunir as nossas diferentes esferas de governo”, defende Lindau.
Habitação como força de desenvolvimento
O programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), o principal esforço do governo brasileiro para enfrentar o déficit de seis milhões de moradias do Brasil, entregou mais de cinco milhões de habitações desde 2009 e tem ainda 1,35 milhão em construção.
Em 2013, o país aprovou uma norma de desempenho que estabelece exigências mínimas de conforto e segurança em imóveis residenciais, o que permitiu alguns avanços na qualidade das casas, segundo a Secretaria Nacional de Habitação. No entanto, para atender os objetivos estabelecidos pela Nova Agenda Urbana e o desenvolvimento sustentável, a forma como planejamos e entregamos novas moradias será um ponto fundamental.
Durante o painel promovido pelo Brasil na Habitat III, Henriqueta Arantes, Secretária Nacional de Habitação, afirmou que o governo formalizará “outros parâmetros” de exigência aos novos projetos do MCMV, para que o programa contribua com o desenvolvimento sustentável.
Na concepção de Ani Dasgupta, o programa de habitação brasileiro é capaz de se tornar uma grande força de transformação e colocar as cidades brasileiras no rumo da Nova Agenda Urbana. Mas é necessário conectar os investimentos em infraestrutura de transportes com o programa de habitação social. “Se uma pessoa viaja 25 quilômetros todos os dias para trabalhar, seja por carro ou ônibus, durante toda a vida, isso estará diretamente relacionado aos impactos ambientais de uma cidade”, lembrou.
Em vídeo, Ani Dasgupta fala sobre quatro pontos para relacionar a habitação social e o desenvolvimento sustentável no Brasil:
Blog da Engefrom Engenharia | Blog da ENGEFROM ENGENHARIA no Tumblr | BLOG da Engefrom versão 2015 no tumblr

FONTE:  http://www.youtube.com/watch?v=0akmXG1tVpc 

FONTE: http://thecityfixbrasil.com/2016/10/26/nossa-cidade-os-desafios-para-o-brasil-colocar-a-nova-agenda-urbana-em-pratica/

DIVULGAÇÃO TÉCNICA - ENGEFROM ENGENHARIA - Escritório técnico de soluções em engenharia civil, questões de transporte coletivo urbano, trânsito urbano, mobilidade urbana, planejamento urbano, obras e implantação de infraestrutura urbana.

Ribeirão Preto, Estado de São Paulo - BRASIL.

Edição e publicação nos blogs em 16/11/2016