Google+ Badge

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Voos no Brasil ao longo de um dia

LEMBRANDO QUE NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO, interior do estado de São Paulo, uma senhora vai gastar mais de R$ 11 milhões de reais, em levantamento altimétrico e coleta de imagens, através da execução de voo cuja aeronave é um teco-teco.

Estamos em 2015, onde os controles e banco de dados e uso de geotecnologias, geoprocessamento, tratamento de dados, redes de infraestrutura, e conseguinte, tecnologia para o controle das trajetórias das aeronaves em operação sob o território brasileiro - AEROLINHAS - serão orientadas por satélites.

GESTÃO MUNICIPAL atrasada, e demonstra que não se preocupa na melhoria dos serviços públicos no município, deixando de utilizar tecnologias disponibilizadas pelo INPE - INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS, com banco de dados de imagens por satélite.

NÃO SE SABE E OU PODE SER AFIRMADO, SE TAL CASO é pura incompetência administrativa, e ou se existe algum detalhe estranho no edital da concorrência pública. Mais atrasos e prejuízos para Ribeirão Preto.

Setembro, 15/09.

Nenhum comentário:

Postar um comentário